Probable, Possible, or Remote? A Study on Accounting Information Management Using the Contingency Provisions in Complementary Pension Entities

  • Leila Batista Mello Programa de Pós-Graduação em Ciências Contábeis , Universidade Federal do Rio de Janeiro - PPGCC/UFRJ

    Doutoranda em Ciências Contábeis pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (PPGCC/UFRJ). Mestre em Ciências Contábeis pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (PPGCC/UFRJ). Bacharel em Ciências Contábeis pela Faculdade Machado de Assis (FAMA). Professora convidada do curso de Pós Graduação em Contabilidade Financeira da Universidade Federal do Rio de Janeiro ministrando a disciplina Teoria da Contabilidade. Contadora da Fundação Petrobras de Seguridade Social - Petros.

  • Fabrícia de Farias da Silva Constantino Departamento de Ciências Contábeis e Finanças , Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro – DCCF/UFRRJ

    Doutoranda em Ciências Contábeis pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (PPGCC/UFRJ). Mestre em Administração pela Universidade Federal de Minas Gerais (CEPEAD/UFMG). Bacharel em Administração pela Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (UFRRJ). Professora Departamento de Ciências Contábeis e Finanças do Instituto de Ciências Sociais Aplicadas da Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro – DCCF/ICSA/UFRRJ. Professora dos Cursos de Graduação em Administração e Ciências Contábeis da UFRRJ.

  • Marcelo Alvaro da Silva Macedo Programa de Pós-Graduação em Ciências Contábeis, Universidade Federal do Rio de Janeiro – PPGCC/UFRJ

    Doutor em Engenharia de Produção pela COPPE/ UFRJ com Pós-Doutorado em Controladoria e Contabilidade pela FEA/USP. Mestre em Engenharia de Produção pela Universidade Federal Fluminense (UFF). Administração Pública e de Empresas pela Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (UFRRJ). Professor do Programa de Pós-Graduação em Ciências Contábeis da Universidade Federal do Rio de Janeiro – PPGCC/UFRJ. Professor do Curso de Graduação em Ciências Contábeis do Departamento de Contabilidade da Faculdade de Administração e Ciências Contábeis da Universidade Federal do Rio de Janeiro (FACC/UFRJ).

  • Adriano Rodrigues Programa de Pós-Graduação em Ciências Contábeis, Universidade Federal do Rio de Janeiro - PPGCC/UFRJ

    Doutor em Controladoria e Contabilidade pela Universidade de São Paulo (FEA/USP). Mestre em Ciências Contábeis pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (PPGCC/UFRJ). Bacharel em Ciências Contábeis pela Universidade Federal do Espírito Santo (UFES). Professor do Programa de Pós-Graduação em Ciências Contábeis da Universidade Federal do Rio de Janeiro – PPGCC/UFR. Professor do Curso de Graduação em Ciências Contábeis do Departamento de Contabilidade da Faculdade de Administração e Ciências Contábeis da Universidade Federal do Rio de Janeiro (FACC/UFRJ).

Palabras clave: Provisiones contingenciales, Accruals específicos, Gestión de resultado, Entidades de previsión complementaria

Resumen

La investigación verificó si existe gestión de la información contable por medio de accruals discrecionales específicos en entidades de previsión complementaria, lo que podría ocurrir a partir de la decisión de registro contable de las
provisiones contingentes con la intención de mejorar resultados divulgados en los estados financieros consolidados. Para ello, se compuso una muestra con las 30 mayores entidades de previsión complementaria que actúan en Brasil, en relación al activo total, en sus sectores de actuación, siendo 15 EFPC y 15 EAPC. Los datos fueron del período de 2010 a 2017 y la técnica utilizada fue regresión de datos en panel por medio del método MQO agrupado. Con el análisis de los resultados, se percibió que el Pasivo Operativo y el Resultado Operativo explican los cambios en las provisiones contingenciales, mostrando que hubo gestión por parte de los gestores. Sobre el pasivo, se percibió que la presión del regulador contra posibles resultados deficitarios puede promover la gestión por parte de las reguladas. En cuanto al resultado operacional, cuando éste aumenta, mejorando los resultados de las inversiones de la entidad, permite un aumento también de las provisiones contingenciales. Tales hechos confirman la teoría de Kothari (2001) de que los gestores pueden utilizar el criterio de contabilización oportunista y manipular los acrecimientos discrecionales específicos.

Descargas

La descarga de datos todavía no está disponible.
Cómo citar
Batista Mello, L., da Silva Constantino, F. de F., da Silva Macedo, M. A., & Rodrigues, A. (2019). Probable, Possible, or Remote? A Study on Accounting Information Management Using the Contingency Provisions in Complementary Pension Entities. Contabilidad Y Negocios, 14(28). Recuperado a partir de http://revistas.pucp.edu.pe/index.php/contabilidadyNegocios/article/view/21595